5 exercícios para desenvolver a força mental e diminuir as preocupações

Algo tão simples como sorrir para o espelho todos os dias faz com que nosso cérebro gere endorfinas e nos ajuda a ver o lado bom das coisas.

UM_CAPA

A que nos referimos quando falamos de “força mental”? De que maneira o exercício físico e a agilidade se relacionam com a resistência de nossa mente?

Por mais curioso que pareça, o clássico binômio “corpo-mente” está intimamente relacionado e é real. É um aspecto que não podemos descuidar.

 

Quando nos referimos à força mental falamos, antes de tudo, de atitudes que uma pessoa é capaz de aplicar no dia a dia para enfrentar as adversidades.

Por um lado, também é saber focar um objetivo para alcançá-lo, para desenvolver adequadas estratégias que ajudem alcançar a meta e o posterior sucesso.

Por outro lado, quem descuida da saúde do corpo notará como dia após dia muitas destas agilidades associadas a determinados processos cognitivos, como podem ser a atenção, a memória e inclusive a criatividade, se tornarão lentamente minguados e enfraquecidos.

Para compreender melhor aqui vai um pequeno exemplo. Você teve um dia ruim, um daqueles em que tudo deu errado, onde a vida parece andar fora do ritmo e justamente do lado contrário ao seu.

Você se sente tão sobrecarregado que opta por colocar uma roupa cômoda e, simplesmente, sair para caminhar. Aos poucos percebe que algo em você muda, se sente mais leve, sua mente toma novas perspectivas e as preocupações diminuem.

Corpo e mente têm um laço muito estreito, estão relacionados e são uma colaboração que devemos cuidar e otimizar.
A seguir explicamos 5 modos maravilhosos para alcançar este objetivo.

 

1. Caminhar é o melhor exercício para aumentar a força mental

dois

Acabamos de falar sobre isso: caminhar em um ritmo ágil, constante e regular favorece mudanças assombrosas em nosso cérebro.

  • São muitos os estudos que avaliam este dado: basta caminhar pelo menos meia hora por dia para reduzir vários problemas de saúde mental, prevenir a depressão e melhorar a qualidade de vida.
  • Não se trata também de se cansar e ir além de nossas forças. O simples movimento regular e constante ao longo de meia hora já coloca em marcha nosso coração, oxigenando o organismo e, especialmente, o cérebro.
  • Caminhar relaxa tensões e ajuda a ativar as ondas cerebrais relacionadas à calma, com as quais pode-se alcançar um nível de consciência que é mais receptivo a tudo que nos envolve.

2. Sorrir, uma grande exercício terapêutico

tres

Você pode se surpreender e não acreditar, mas sorrir é algo terapêutico, uma força interior que nos traz emoções poderosas e que, além disso, contagia com positividade.

  • Algo que em certos momentos nos esquecemos é que o ato de sorrir tem uma grande influência de nossa genética.

É um tipo de linguagem herdado de geração para geração que significa mais do que um tipo de comunicação social e emocional.

  • Basta sorrir para que nosso cérebro nos gratifique com uma boa corrente de endorfinas.
  • É como se reiniciar, como relativizar a realidade para conectar o instante com aquele lado mais livre das coisas.

Por isso, não tenha dúvidas em praticá-lo diariamente. Quando se sentir saturado, vá até um espelho e sorria. Observe e perceba o que acontece em seu interior.

 

3. Respirações profundas 3 vezes ao dia

Em nosso site explicamos em mais de uma ocasião que “respirar bem é vida”.

  • O estresse nos conduz a uma respiração desigual e acelerada onde nosso cérebro deixa de receber o oxigênio de que precisa.
  • Além disso, toda situação de ansiedade e estresse gera cortisol, um hormônio que em altas quantidades age como um feroz inimigo de nosso corpo e de nossa mente.

Por isso, outro exercício sensacional que você deve praticar é a respiração profunda.

  • Tire três momentos do dia para si mesmo, bastam 15 minutos.
  • Inspire ar enquanto conta 5 segundos. Retenha esse ar por 7 segundos e expire durante 8 segundos.

Repita várias vezes e verá a mudança.

 

4. Alongamentos matinais

quatro

Já tentou alguma vez? Outro exercício que nos ajudará a conseguir uma adequada força mental é aprender a relaxar nosso corpo, a dar elasticidade, relaxamento, resistência…

Para conseguir, será bom levantar um pouco mais cedo e, pouco a pouco e sem forçar demais, realizar alguns exercícios de alongamento.

Estes se centrarão na zona da lombar, quadris, ombros e pescoço.

5. Levantar pesos

Surpreso? Certamente, mas saiba que fazer pequenos exercícios baseados na resistência é muito terapêutico para um objetivo muito concreto: reduzir os ataques de ansiedade.

Emoções negativas como o medo, a apreensão e a preocupação se canalizam muito bem com este exercício simples, como levantar pesos durante 10 a 15 minutos por dia.

cinco

Este exercício de resistência de intensidade moderada nos ajudará não só a conseguir músculos mais fortes, como também canalizar melhor a raiva, a frustração, a ansiedade…

E com isso, não duvide, dia após dia você disporá de uma força mental mais ágil, preparada para enfrentar as dificuldades cotidianas.

 

Diaristas, porque você merece.

Pastilhas desodorantes para o vaso sanitário: aprenda a fazer!

Além de neutralizar os maus odores, estas pastilhas desodorantes nos ajudarão a eliminar todo tipo de bactérias do vaso sanitário, sem investir grandes quantias de dinheiro em produtos químicos.

BLOG 06_09

Com estas pastilhas desodorantes para o vaso você terá um remédio econômico e eficaz para eliminar os maus odores do vaso sanitário e conseguirá também um agradável aroma de limpeza no banheiro.

Se você gosta dos produtos naturais que todos podemos preparar em casa com um pouco de imaginação, paciência e cuidado, será de grande ajuda dispor destas pequenas pastilhas com as quais você também poderá higienizar a tubulação e conseguir um vaso sanitário mais desinfetado.

Os produtos que vamos utilizar são ecológicos e, com eles, protegeremos também nosso meio ambiente. Sem esquecer também que esta ideia tão original nos permitirá economizar muito nas nossas compras do mês.

Convidamos você a experimentar.

Os maus odores no vaso sanitário

Temos que levar em conta que o mau cheiro em nosso vaso sanitário pode ter várias causas. Essas seriam algumas:

  • O estado do rejunte do vaso sanitário ou do piso em que foi instalado. Às vezes, no caso de não ter sido realizado o acabamento com silicone ou com uma massa de qualidade, todo o conjunto pode apresentar infiltrações, deixando passar o mau odor.
  • A vedação do sifão é outro elemento cujo estado deveríamos levar em conta.
  • Também devemos revisar a maneira como nosso esgoto e seus canos estão distribuídos. Às vezes pode existir um ponto em que haja água estagnada, e isso é, sem dúvida, um foco do qual emerge o mau odor.

Assim, na hora de combater o mau odor em nosso banheiro, nunca é demais revisar um pouco o estado das instalações.

Mais tarde, poderemos recorrer a esses remédios caseiros originais e simples, com os quais ter sanitários mais desinfetados e com melhor odor.

Como fazer pastilhas desodorantes para o vaso sanitário

Nosso objetivo é simples: dispor de um produto econômico e fácil de fazer com o qual cuidar também do meio ambiente.

Todos sabemos que a maioria dos produtos de limpeza que utilizamos para o lar, como os detergentes ou qualquer outro tipo de alvejante ou sabão, contêm não apenas elementos nocivos para o meio ambiente, como também para nossa saúde em geral.

Apesar de serem naturais, leve em conta que estas pastilhas desodorantes para o vaso sanitário devem ser mantidas fora do alcance das crianças.

Isso porque elas se parecem com “marshmallows”, portanto é importante que sejam guardadas num local seguro.

ban1

Ingredientes

  • 1 xícara de bicarbonato de sódio (160 g)
  • 6 colheres de suco de limão (60 ml)
  • 1 ½ colheres de vinagre branco (15 g)
  • 1 ½ colheres de água oxigenada
  • 2 colheres de óleo essencial de melaleuca (30 g)

Modo de preparo

  • Em primeiro lugar, devemos encontrar uma tigela média de plástico para misturar os ingredientes.
  • Começaremos colocando a xícara de bicarbonato de sódio. Com a ajuda de um garfo, vamos dissolvendo os grumos para obter uma mistura mais leve.
  • Graças ao bicarbonato, conseguiremos uma limpeza mais eficaz do vaso sanitário e do encanamento.
  • A seguir, adicionamos as 6 colheres de suco de limão. O ácido cítrico é um potente agente de limpeza e suas aplicações no lar são incríveis.
  • O seguinte passo é simples: é a vez de adicionar o vinagre branco. Esse componente desinfeta e neutraliza instantaneamente os maus odores. Vá misturando com a ajuda do garfo ou de uma colher.
    Nosso objetivo é que todos os componentes fiquem bem misturados, para então podermos prensá-los na forma de “comprimidos” (veja as imagens do artigo).
  • Agora é o momento de adicionar a água oxigenada. Aqui, temos que ir com muito cuidado. A ideia é adicioná-la pouco a pouco (gota a gota e nunca de uma só vez), pois poderia causar uma reação.
  • Só falta incluir o óleo essencial. Escolhemos o óleo de melaleuca por ser o desinfetante e antimicrobiano natural mais eficaz, no entanto, você pode escolher o que mais gostar.
  • Depois de termos misturado bem todos os ingredientes, podemos fazer duas coisas:
    • Com uma colher redonda, prensar pequenas quantidades e criar, assim, a pastilha desodorante.
    • Utilizar moldes para criar formas originais (estrelas, corações…).
  • Depois de modelar nossas pastilhas, devemos deixar secar para que fiquem compactas. Para isso, deixe-as secar de um dia para o outro.
  • Estão prontas. Se você as deixou secando durante a noite, pela manhã já terá pastilhas desodorantes bem compactas e prontas para serem usadas.
  • Para isso, basta colocá-las no vaso sanitário e dar descarga. O aroma se fará notar no mesmo instante e, enquanto isso, os componentes irão atuando no encanamento. O efeito pode durar entre dois a três dias.

Você se anima a experimentar?

 

Diaristas, porque você merece.

4 dicas para você organizar sua mesa de trabalho

Especialistas afirmam que a desorganização afeta sim a produtividade de um profissional

 

A mesa de trabalho de uma pessoa pode contar muito de sua rotina e personalidade. Para alguns, a bagunça pode ser organizada, mas para os especialistas, essa atitude não é vantajosa para a imagem de um profissional e para sua carreira.

mesa

Confira abaixo as dicas dos especialistas:

 

1- Descarte e limpe

 

Verifique se cada objeto que está em sua mesa de trabalho tem utilidade e descarte tudo aquilo que não pertence ao trabalho. Esse primeiro passo tem que ser planejado, e com uma data marcada. Chegue mais cedo ou saia mais tarde do trabalho.

 

2- Categorize

 

A melhor forma de organizar os papeis e documentos é classificá-los por assuntos. O ideal é que a mesa tenha a menor quantidade de papeis possível.

 

3- Coloque as coisas no lugar

 

Levar muito tempo para achar algo que está precisando, além de ser uma perda de tempo pode ser prejudicial para sua produtividade, uma vez que a perda de um documento ou contato pode custar caro.

 

Para os especialistas, uma gaveta pode servir de suporte para que você possa colocar todos os trabalhos que precisam ser executados. Organizando dessa maneira, você saberá onde os objetos estão.

 

4- Afaste os objetos “inúteis”

 

Deixe afastados os arquivos, livros ou revistas que você não consulta há meses. Mas o bom senso prevalece quanto aos objetos pessoais, que para os especialistas podem servir de motivação para o profissional.

 

Por isso, evite coleções de canecas, troféus ou de objetos muito pessoais. Calendário, porta lápis e até uma fotografia são bem vindos.

 

 

Diaristas, porque você merece.

 

 

 

 

Truques de limpeza caseiros que realmente funcionam. Confira!